Convocação ENADE 2015

Publicado em 29 de dezembro de 2015.

A FSBA informa que quem deixou de comparecer ao Exame Nacional de Desempenho de Estudantes – Enade 2015, por motivo de saúde, mobilidade acadêmica (intercâmbios técnicos e culturais, fora do país,  estágios obrigatórios etc. ) ou outro impedimento relevante de caráter pessoal, deve requerer oficialmente a dispensa da avaliação, com a justificativa da ausência e documentação comprobatória.

Para isto, apresente, até o dia 11 de janeiro de 2016, junto à Central de Atendimento da FSBA (no hall de entrada do Prédio Central), requerimento e cópia autenticada do documento comprobatório do impedimento para a participação, tais como:

. relatório médico com menção ao CID e ao Cremeb do médico que te acompanhou e indicação da necessidade de afastamento das atividades acadêmicas, em caso de doença infectocontagiosa ou doença grave ou gestação de risco;

. atestado de matrícula e frequência emitido pela instituição a qual está vinculado fora do país, em caso de intercambio no exterior;

. cópia do contrato de estágio e de atestado de frequência emitido pela instituição a qual está vinculado fora do país, em caso de estágio no exterior;

. relatório médico com menção ao CID e ao Cremeb do médico que te acompanhou, indicação da necessidade de afastamento das atividades acadêmicas a cópia da certidão de nascimento, em caso de parto muito recente;

. atestado de óbito, em caso de morte de parte de pai, mãe, filho ou marido/esposa no dia de prova ou até sete dias antes;

. atestado do empregador informando que você esteve em plantão no dia de prova e cópia da carteira do trabalho que comprove seu vínculo empregatício, se você foi impedido de fazer a prova por precisar trabalhar naquele dia, sob pena de punição por ausência imposta por seu empregador;

. cópia do Diário Oficial e de comprovante de inscrição em concurso público, se tiver ido fazer este processo seletivo no mesmo dia da prova do Enade.

Este procedimento é obrigatório inclusive para quem está com o curso trancado ou em situação de abandono, mas pretende retomar a graduação no futuro; fez transferência para outra instituição do país; e desistiu deste curso, mas pretende fazer qualquer outra graduação em faculdades brasileiras. Contudo, não há garantia de que a dispensa será obtida.

De acordo com o Art. 33-G da Portaria Normativa nº 40/2007, o Enade é componente curricular obrigatório dos cursos superiores, devendo a participação ou dispensa da prova constar do histórico escolar de todo estudante de graduação. Portanto, como o Exame é um componente curricular no país, você só poderá colar grau e receber certificação de conclusão de curso ou diploma e, por conseguinte, fazer seu registro profissional após regularização da sua situação, junto ao Inep/MEC.

 

Últimas Notícias