Estudantes da FSBA têm projetos aprovados pela SBPC

Publicado em 23 de abril de 2018.

Os graduandos do curso de Administração da Faculdade Social da Bahia, Mateus Nascimento Moreira e Ágatha Moreira Silva tiveram trabalhos aceitos para a apresentação na Sessão de Pôsteres, que será realizada durante a 70ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).
Com o tema “Ciência, Responsabilidade Social e Soberania”, o evento será realizado de 22 a 28 de julho de 2018, na Universidade Federal de Alagoas (UFAL), em Maceió. O encontro será marcado pela comemoração dos 70 anos da SBPC.
Os dois estudantes realizaram os projetos com o incentivo do Programa Institucional de bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e foram orientados pela professora Josenice Mascarenhas. A orientadora destaca que a iniciação científica promove benefícios ao estudante que vão muito além do desenvolvimento de competências metodológicas relativas à elaboração e desenvolvimento de um projeto de pesquisa. “O aluno vive a experiência de formatar e submeter o próprio trabalho a eventos científicos e periódicos, bem como realizar apresentações contribuindo para a difusão do conhecimento científico e, por fim, tê-lo publicado nos anais do evento. É extremamente relevante a participação em eventos científicos, respirar ciência e ampliar a rede de relacionamentos através do contato com pesquisadores de todo país”, disse a professora Josenice.
Por meio do PIBIC, a Faculdade Social da Bahia busca fomentar o exercício da produção científica acadêmica como mais uma possibilidade de que os estudantes sejam protagonistas no processo de formação.
Com o trabalho intitulado Logística Reversa das Lâmpadas Fluorescentes: Um estudo na cidade de Salvador, a estudante Ágatha Moreira Silva não esconde a alegria proporcionada pela aprovação. “Ter meu trabalho, construído durante um ano com muita dedicação e empenho, aprovado na SBPC, que é um dos maiores congressos de ciência no país, me incentiva a ser uma pesquisadora cada vez melhor e a querer continuar a contribuir com a sociedade através de dados coletados e resultados obtidos”, declarou.
O estudante Mateus Nascimento Moreira celebra a obtenção de conhecimentos durante o engajamento no PIBIC, em 2017, que possibilitaram a elaboração da pesquisa. Ele desenvolveu o trabalho Logística Reversa dos Resíduos Eletrônicos da Linha Verde: Um estudo no município de Salvador. “A aprovação do trabalho para apresentação na SBPC é muito relevante pela chance valiosa de compartilhar os resultados do estudo realizado e trocar experiências com outros pesquisadores. Como pesquisador Júnior, sigo no processo de aprendizagem e, a cada instante, reconheço que ainda há muito a aprender”, concluiu Mateus.

Por Ticiana Bitencourt

Últimas Notícias