Estudantes de Jornalismo gravam programa de TV na FSBA

Publicado em 26 de abril de 2018.

Estudantes de vários semestres estão aprendendo na prática o que é fazer Jornalismo. Nesta segunda-feira (23) eles produziram e gravaram o programa Soul Black, que debateu o racismo, a negritude e apropriação cultural. A gravação, que foi realizada durante a tarde no estúdio da Agência Baiana de Notícias (Aban), na Faculdade Social da Bahia (FSBA), teve a coordenação e orientação da professora Daniela Souza.

Com a participação de ex-alunos negros da Faculdade, e que hoje são destaques nas áreas em que atuam, o momento não foi só técnico – de posicionamento de câmera, gravação com lapela, vinheta, BG, e tantos outros termos jornalísticos. O programa, que é um projeto especial do curso, saiu do trivial Telejornal e assumiu o papel de “revista televisiva”, debatendo um assunto tão importante para o contexto social no país. Os convidados e homenageados foram os jornalistas Eduardo Machado (Articulador de políticas públicas na ONG Cipó), Juliana Dias (Assessora da Neojibá) e Tairine Ceuta (produtora do programa Que Venha o Povo – QVQ, da TV Aratu).

“Muito bom estar de volta hoje a FSBA! Parabéns professoras, profissionais e estudantes pelo rico momento”, agradeceu o ex-aluno Eduardo. A coordenadora do curso, Bárbara Souza, também ficou feliz com o retorno e apoio dos três para o programa: “Obrigada pelas contribuições ricas, serenas e firmes ao debate e ao Soul”, disse a professora.

Com o apoio técnico de toda a equipe de Audiovisual da FSBA: Débora Freire – coordenadora da RTVC, Antônio Carlos Ferreira – cinegrafista, Eric Pimenta – editor de áudio, e Daiane Sales – editora de vídeo; o programa, depois de editado, será disponibilizado nos canais YouTube e redes sociais da Aban. Ele também integrará a edição especial da Revista Soul, cujo lançamento acontecerá em junho. A produção e edição da revista contam com o trabalho e a orientação das professoras Adriana Telles, Bárbara Souza, Cristina Mascarenhas, Daniela Souza, Zanza Sandes, e do professor Caio Cardoso de Queiroz.

Últimas Notícias