Jornalistas consagrados trocam experiências com estudantes em Papo Social

Publicado em 17 de abril de 2019.

Conhecimento. Essa foi a palavra mais disseminada durante o “Papo Social”, evento realizado pelo curso de jornalismo da Faculdade Social da Bahia (FSBA) na noite dessa segunda-feira (15). O encontro, que ocorreu no prédio da Agência de Notícias, em Ondina, reuniu estudantes, convidados e jornalistas renomados do mercado na Bahia para debater o tema “Jornalismo: desafios e importância na atualidade”.

Com palestras de Matheus Carvalho, gerente de jornalismo da TV Aratu, e Arla Coqueiro, gerente de jornalismo da BandNews FM, os participantes tiveram a oportunidade de ouvir relatos do cotidiano jornalístico, das experiências vividas nas redações e assessorias, além de questionar sobre o futuro da profissão e os caminhos que as novas tecnologias estão proporcionando dentro do jornalismo.

Questionados sobre a importância pessoal e profissional em participar de eventos envolvendo estudantes, os palestrantes convidados foram precisos na resposta: “A gente está no mesmo barco. O jornalismo está passando por um período de transição que não sabemos onde vai dar, nem o que vai acontecer. Hoje não existe isso, da experiência de um lado e a inexperiência do outro”, disse Mateus. “Todas as pessoas contribuem para tudo o que acontece, numa visão ampla sobre estar no mundo. Não existe nenhuma posição que não possa contribuir com a outra pessoa que está na outra posição. No jornalismo não é diferente. É uma troca.”, completou Arla.

Em relação aos desafios e a importância do jornalismo na atualidade o grande foco foi no fenômeno fakenews. Para o gerente da TV Aratu, precisamos olhar o lado bom disso: “as pessoas consideram as fakenews como um efeito colateral horrível, mas eu tenho uma visão diferente. Acho que é uma coisa revigorante pra gente. Não estou dizendo que é bom ter notícia falsa, mas essa explosão fez com que a nossa profissão voltasse a ter um desafio, onde os grandes veículos vão ser a fonte segura. Mas esse porto seguro vai ser construído com trabalho, credibilidade e com leitura.”, disse Matheus carvalho. “Eu acredito que a credibilidade seja o último bastião ao qual a gente deva se agarrar pra sobreviver. Lembrando que a credibilidade tem a ver com as pessoas e a maneira como elas fazem o jornalismo”, acrescentou Arla Coqueiro.

O bate-papo teve transmissão ao vivo pelo Facebook da Agência Baiana de notícias (ABAN) e será disponibilizado no canal do YouTube da TV ABAN.

Últimas Notícias