Projeto Vivências ajuda estudantes na escolha da futura profissão

Publicado em 16 de maio de 2019.

Que tal conhecer e participar de uma audiência antes de decidir ser um advogado? Ou entrevistar alguém num programa de rádio e se imaginar como futuro jornalista? Foi assim que estudantes do Centro Educacional Maria José, do bairro de Pernambués, participaram do Projeto Vivências, da Faculdade Social da Bahia (FSBA), e receberam na prática um bom incentivo para escolher a futura profissão.

Eles se dividiram em grupos de acordo com as áreas do conhecimento favoritas e conheceram os laboratórios dos cursos de Saúde, Direito e Comunicação da FSBA. Teve quem se decidiu imediatamente após a vivência. “Depois do que vi hoje, me decidi pelo jornalismo”, disse Kalani Davi, 17 anos. Para ele, o maior incentivo é “poder passar a informação real, de forma imparcial e manter a sociedade informada falando a verdade”.

Teve também quem acrescentou mais uma opção entre as que já tinha em mente. Foi o caso de Gabriele Aguiar, 17 anos, que chegou com dúvidas entre Medicina e Design de Interiores, mas, após participar da vivência no Núcleo de Práticas Jurídicas da FSBA, colocou o curso de Direito entre as opções de carreira. “Abrangeu algo que eu não tinha como opção, mas tem a ver comigo que é convencer as pessoas com a argumentação”, explica.

Dentro da profissão

Gabriela acredita que projetos como o Vivências ajudam muito aos estudantes, na decisão de escolher a futura profissão, ao revelar detalhes do mundo profissional. “Bem legal, porque se fosse só uma conversa, não iríamos observar tudo isso. Demonstrando na prática como é (a atividade profissional), deixa a pessoa mais próxima e dentro da profissão”, observa.

Quem já tinha decidido qual curso fazer, mas viu novas possibilidades para o futuro profissional foi Lucas Macedo, 17 anos. Ele pretende cursar Design, mas depois de conhecer a estrutura do curso de jornalismo da FSBA, viu que pode aliar as duas coisas. “Vi que uma das possibilidades é trabalhar nas artes dos gráficos e mapas (das notícias), pois hoje temos muita concorrência com conteúdo muito igual e a arte pode ser um diferencial”, opina.

Os estudantes visitaram os laboratórios da FSBA sob a orientação dos professores Cristiane Cavalcanti, coordenadora do curso de Fisioterapia, Alex Leão, professor do curso de Direito e Bárbara Souza, coordenadora do curso de Jornalismo. Eles também foram recepcionados pela professora Carolina Orrico, coordenadora do curso de Direito, Rosilene Cruz, coordenadora do curso de Administração e Tácio Souza, coordenador do Núcleo de Seleção de Ingressantes.

Últimas Notícias